Janeiras Penamacor

Findo o ano velho, com os fumeiros recheados de enchidos frescos, grupos de rapazes e raparigas iam de noite pelas portas e quintais “cantar as janeiras”, na esperança de colherem aqui uma chouriça, além uma morcela, acolá um um copo de vinho, o que fosse.

Cantavam-se primeiro as quadras habituais nos lugares, e recebiam-se depois as “janeiras”, indo-se dali para outra casa. As ofertas eram normalmente para degustar em grupo, em dia a combinar.

No concelho de Penamacor, como em todos os outros, a tradição entrou em declínio com aproximar do fim do século XX .

Já no início do novo milénio, a Câmara Municipal empenhou-se em revitalizar a tradição, incentivando as populações a reatar os antigos usos e costumes e promovendo todos os anos o Encontro Concelhio de Janeiras, com participação de todas as freguesias, que ainda vai persistindo.

Algumas quadras:

Ainda agora aqui cheguei
Já pus o pé na escada
Logo o meu coração disse
Que aqui mora gente honrada

Levante-se minha senhora
Desse banco de cortiça
Venha-nos dar as janeiras
Ou morcela ou chouriça.